Não importa a ocasião! Quando planejamos produzir um evento, uma das coisas que mais vem à cabeça é, justamente, o que servir. Entre ideias de menus, quitutes e drinks, a gente meio que se perde num dos pontos mais importantes: o planejamento.

Pois é, montar um buffet para pequenos eventos também precisa ser pensado direitinho e de nada adianta querer copiar ou fazer tudo igual a certos padrões. Se quiser mandar bem de verdade, vale usar um pouco a criatividade e montar tudo de acordo com a ideia do evento.

Ou seja, fazer algo personalizado e que, de fato, impacte a galera, entendeu? Por isso, separamos 4 coisinhas básicas que todo produtor deve se ligar na hora de montar o buffet de seu evento. Bora conferir? 

1. Qual é a pegada do evento? 

A primeira coisa a ser observada na hora de montar um buffet para pequenos eventos é que as ideias estejam de acordo com a proposta do evento. Será uma festa de aniversário, um mini-wedding ou uma reunião com a galera do trabalho? A partir daí, fica bem mais fácil bolar as ideias, programar os horários dos serviços e, claro, definir o menu. 

Por exemplo, em um casamento à noite, alguns pratos podem cair super bem. Nada de jantares convencionais, mas que tal, umas porções de ceviche, massas ou saladas? 

Já numa festa de aniversário, uns burguers artesanais ou uns petiscos diferentes podem ter mais a ver. Enfim, só para mostrar que o tipo de evento e a ocasião são fundamentais para definir o buffet para eventos pequenos, beleza? 

2. Onde vai ser? 

Será em um ambiente fechado, com sofás, mesas e cadeiras, ou num quintal, a céu aberto, com puffs e esteiras no chão? Já consegue enxergar a diferença que isso faz na hora de montar um buffet?

Na segunda opção, por exemplo, dá para fazer algo mais descolado, investir em um bar com drinks e uma mesa com as porções. Dê uma caprichada no menu e fuja do tradicional. Um lugar maneiro, super moderninho e você servindo caipirinha e salgadinho, não rola né?  

3. Quem vem? 

Outra questão importantíssima para montar o buffet para pequenos eventos. Se a gente parar para pensar, é até mais fácil trabalhar com poucos convidados e, dessa forma, conseguir agradar todo mundo. O que não pode, é deixar alguém de fora porque você, simplesmente, esqueceu de algum detalhe.  

Aquela amiga vegana, por exemplo! Ou a namorada daquele primo, que não bebe álcool. Enfim, se você se informar certinho e com antecedência, dá para atender a todos os desejos e gostos dos convidados. 

4. Acaba que horas? 

Por fim, a duração do evento também conta muito no planejamento de seu buffet. Se for rolar por muitas horas, o ideal é planejar uma programação do serviço, como entradas, pratos principais, sobremesa etc.

O mesmo vale para o bar que pode trabalhar com aperitivos, vinhos, Champagne, entre outros exemplos, que podem cair bem com um cronograma. O único problemas é não deixar um intervalo de tempo muito grande entre os serviços.  

Enfim, essas foram algumas dicas do que é preciso levar em consideração na hora de montar um buffet para pequenos eventos. Claro que você pode dar aquela copiadinha básica e se basear em alguns exemplos já prontos, do tipo buffet americano, coquetéis ou brunches.

O importante é buscar algo personalizado e exclusivo, sempre focando em alternativas novas e modernas. Saia da caixinha e crie suas próprias ideias! Tenha certeza que a galera vai adorar! 

Curtiu? Com essas 4 perguntas você já consegue direcionar suas ideias e montar o buffet perfeito. Mas antes de começar, a gente quer mostrar mais umas dicas legais. Leia nosso outro artigo e aprenda a montar um mapa mental para suas produções. Confere lá!

Autor

Escreva um comentário

Share This